Ações de Cooperação Internacional da FAPESC contemplam pesquisadores

A FAPESC (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina) concedeu duas bolsas para doutorado sanduíche em chamada pública ara mobilidade acadêmica de pesquisadores de instituições brasileiras na Itália (Mobility Confap Italy). O auxílio será concedido pelo período de seis meses, nos valores de 1.200 euros por mês, além de Auxílio Instalação de 400,00 euros mensais, passagens aéreas e seguro viagem de 6 meses. Com isso, será dado suporte a candidatos interessados em desenvolver pesquisa científica, tecnológica e de inovação nas instituições italianas. Esse foi o segundo ano consecutivo que a FAPESC aderiu ao edital viabilizado pela parceria entre a rede de Universidades Italianas, representada pela Universidade de Bolonha, e o CONFAP (Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa).

Horizonte 2020

Ainda na esfera da Cooperação Internacional, o edital Marie Skłodowska-Curie Actions – Msca-Rise 2017: Intercâmbio de Pessoal de Pesquisa e Inovação, pertencente ao programa Horizonte 2020 da União Europeia, contemplou dois projetos: Aplicações de materiais orgânicos por efeito de transferência de carga, de Ivan Helmuth Bechtold; e Construção de Trajetória de Múltiplos Aspectos para Análise do Comportamento Humano de, Vania Bogorny.

Ambos são pesquisadores da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina). Os selecionados foram anunciados em outubro, após terem sido contemplados numa chamada internacional lançada no âmbito do Acordo de Cooperação entre CONFAP (do qual a FAPESC é membro) e a União Europeia, no âmbito do Programa Horizonte 2020.

O Horizonte 2020 é o maior programa de investigação e inovação da União Europeia (UE) que já foi produzido até hoje. Tem o objetivo de promover descobertas, avanços e inovações mundiais transferindo ideias inovadoras dos laboratórios para o mercado.  Aproximadamente 80 bilhões de euros de financiamento estão disponíveis ao longo de sete anos (2014 a 2020).

Fundo Newton

Também neste ano, o Prof. Henrique Damian Rosário, da UNISUL (Universidade do Sul de Santa Catarina) foi selecionado na chamada pública Researcher Connect, com um projeto oriundo da parceria entre a FAPESC e o Fundo Newton,  mecanismo do governo britânico voltado ao desenvolvimento científico em 15 países emergentes, entre os quais Brasil, Índia, China, Turquia e África do Sul.

O edital “Researcher Connect – Cursos de Curta Duração para o Desenvolvimento de Habilidades em Comunicação Científica – tem por finalidade selecionar instituições de ensino superior em diversos Estados brasileiros para sediar uma série de eventos presenciais com os objetivos de desenvolver habilidades de comunicação científica em língua inglesa e contribuir com a capacidade de criação de pesquisadores em início de carreira. Veja os demais contemplados em neste link.

 

Fonte: Coordenadoria de Comunicação da FAPESC