FAPESC abre chamada para a vinda pesquisadores britânicos ao Brasil

Formar parcerias científicas entre pesquisadores de instituições do Reino Unido e pesquisadores brasileiros  sediados no território catarinense  é o objetivo principal da chamada pública lançada no dia 7 de fevereiro, pela FAPESC (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina). A chamada também estipula critérios e diretrizes complementares ao edital UK Academies 2018, realizado no âmbito do Fundo Newton em conjunto com a Sociedade Real (The Royal Society), Academia de Ciências Médicas (The Academy of Medical Sciences) e Academia Britânica  (British Academy) e Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa, do qual faz parte a FAPESC.

São elegíveis projetos cuja equipe inclua pesquisadores britânicos das áreas de ciências naturais, engenharia, ciências médicas, ciências sociais e humanidades. Os  visitantes  devem ser doutores há pelo menos dois anos e no máximo sete anos (Young Researchers) ou acima de sete anos (Senior Researchers).  Três projetos  na modalidade Research Mobility Grants  (missões de até 15 dias) serão fomentados  pela FAPESC, com até R$ 15 mil, totalizando R$  45 mil para a chamada Nº 02/2019. VEJA O EDITAL

O coordenador de cada projeto deverá submetê-lo até o dia 25 de março de 2019 na Plataforma FAPESC de CTI, disponível em www.fapesc.sc.gov.br.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail internacional@fapesc.sc.gov.br.

O  Fundo Newton é uma iniciativa do governo britânico que visa promover o desenvolvimento social e econômico dos países parceiros, por meio de pesquisa, ciência e da tecnologia. Lançado no Brasil pelo Ministro das Finanças britânico George Osborne em abril de 2014, o Fundo Newton de fomento à pesquisa e inovação em países emergentes investirá £735 milhões em diversos programas que contemplam mobilidade, pesquisa e capacitação em 15 países. No Brasil, deverão ser investidos £45 milhões até 2019.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação da FAPESC.