Oeste tem seis finalistas no Prêmio Inovação Catarinense

O Oeste do Estado está representado na final do Prêmio Inovação – Catarinense Professor Caspar Erich Stemmer com professores, instituições de ensino, estudantes e empresas. A região tem seis finalistas nas categorias Agente de Inovação, Estudante Universitário Inovador, Jovem Estudante Inovador, ICT Inovadora e Inovação em Produto, nas subcategorias Produto Digital e Produto Agropecuário. A cerimônia de premiação será realizada no dia 27 de junho, às 14h, na sala de cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis.  

A edição de 2022 conta com 37 finalistas em 10 categorias. O prêmio tem o objetivo de incentivar e reconhecer os esforços bem-sucedidos de gestão da Ciência, Tecnologia e Inovação (CTI) que auxiliam no desenvolvimento dos ecossistemas de empreendedorismo inovador no Estado.

Criado por meio da Lei 14.328, de 2008 (Lei Catarinense de Inovação), o prêmio homenageia a memória do Professor Caspar Erich Stemmer, personalidade catarinense de destaque nacional no desenvolvimento da CTI. A Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) é a responsável por sua organização.

“É um momento muito importante para o ecossistema de Ciência, Tecnologia e Inovação (CTI) de Santa Catarina”, afirmou a presidente interina da Fapesc, Letícia Maria da Silva. “O prêmio é um reconhecimento aos nossos empreendedores e inovadores e tem a função de estimular ainda mais o desenvolvimento do nosso Estado”. 

A Universidade Comunitária de Chapecó (Unochapecó) é finalista na categoria ICT Inovadora, representada pelo reitor Cláudio Alcides Jacoski. A instituição ainda participa da premiação com o professor doutor Rodrigo Barichello, que está na final na categoria Agente de Inovação.

O Oeste também tem estudantes entre os destaques da premiação, tanto no ensino médio quanto no superior. De Chapecó, Méllany Brigo Rieger, da Escola de Educação Básica Bom Pastor, é uma das finalistas na categoria Jovem Estudante Inovador. De Xaxim, Janaina Seraglio, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), está na final na categoria Estudante Universitário Inovador.

Na categoria Inovação em Produto, o Oeste é representado pela Neokhom Sistemas Eletrônicos, na subcategoria Produto Digital (novidade para a edição de 2022 do prêmio), e pela Dimotech Soluções em Tecnologia, na subcategoria Produto Agropecuário (também novidade deste ano). As duas empresas têm sede no Pollen Parque Científico e Tecnológico, de Chapecó, que está ligado à Rede Catarinense de Centros de Inovação.

O prêmio é dividido em 10 categorias: Agente de Inovação; Pesquisador(a) Inovador(a); Estudante Universitário Inovador; Professor(a) Inovador(a); Jovem Estudante Inovador; ICT Inovadora; Inovação em Produto (categoria incluída em 2022); Inovação em Serviço ou Processo; Inovação de Impacto Socioambiental; e Governo Inovador.

O valor total do edital é de R$ 420 mil. Cada categoria premiará os três primeiros colocados que, além de certificado e troféu, receberão, respectivamente, R$ 15 mil; R$ 10 mil e R$ 5 mil.

Confira aqui todos os finalistas.

Informações adicionais para a imprensa:
Milena Nandi
Assessoria de imprensa
Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de SC (Fapesc)
E-mail: milena.nandi@fapesc.sc.gov.br
Telefone: (49) 98878-7828
Site www.fapesc.sc.gov.br