Projeto da Unisul apoiado pela FAPESC já deu origem a 25 startups

Com pouco mais de um ano de criação, o iLAB, Laboratório de Inovação e Empreendedorismo da UNISUL (Universidade do Sul de Santa Catrina) já deu origem a 25 startups. O ambiente dedicado ao empreendedorismo foi resultado de uma pesquisa de mestrado que teve apoio da FAPESC (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina) na chamada Universal de 2014, programa que auxilia projetos de todas as áreas do conhecimento.

Além de incentivar o surgimento de novos negócios como startups acadêmicas e spinoffs universitárias, outros objetivos da criação do iLAB são contribuir para o desenvolvimento de uma cultura universitária voltada para o compartilhamento de conhecimento e recursos, estimular projetos de inovação e empreendedorismo social, e promover um ambiente compartilhado de trabalho. Em seu primeiro ano de funcionamento, o Laboratório atendeu aproximadamente 1500 pessoas em mais de 50 eventos.

ilab-unisul 6

Um dos principais resultados obtidos pelo iLAB foi a conquista do Prêmio Endeavor de Educação Empreendedora 2016, que premia as melhores práticas do Brasil e é oferecido pela Endeavor  e o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas ). O vencedor foi o trabalho Startup: transformando trabalhos de conclusão de curso em negócios inovadores, que está sendo realizado no laboratório da UNISUL. Pesquisadores e professores envolvidos no projeto também já participaram de três redes internacionais, na Colômbia, Itália e Panamá, na área de inovação e empreendedorismo, onde puderam apresentar o iLAB  e dar destaque aos seus resultados. O grupo também participou da Conferência Nacional da Anprotec (Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores).

O auxílio da FAPESC também permitiu a criação do Grupo de Pesquisa em Inovação e Empreendedorismo da UNISUL, que possui 5 linhas de atuação: Ecossistemas, Habitats e Ambientes de Inovação; Inovação e Empreendedorismo em Universidades; Inovação e Empreendedorismo Tecnológicos; Inovação e Sociedade; e Promoção, Gestão e Cultura para a inovação e Empreendedorismo. Para o prof. Geraldo Geraldo Campos, coordenador do projeto, o apoio pelo programa Universal foi fundamental: “sem estes recursos não teríamos a implantação do laboratório e não conseguiríamos alcançar os resultados que alcançamos. Diante das transformações que estão ocorrendo no ensino superior, no mercado e na sociedade, um olhar para o empreendedorismo é de fundamental importância para a formação dos estudantes, já que a universidade vai além da entrega de um diploma, para a concretização de um projeto de vida do estudante”.

ilab-unisul 4

O presidente da FAPESC, Sergio Gargioni, visitou o iLAB em dezembro. Fotos: divulgação/iLAB

 

Para a implantação do espaço, os pesquisadores analisaram modelos de gestão e governança dos ambientes inovadores de aprendizagem e empreendedorismo nas universidades catarinenses, mapeando 10 espaços de coworking e 8 incubadoras do estado.  O grupo ainda realizou um estudo com outros coworking spaces de universidades de todo o mundo, como o Harvard Innovation Lab, Media Lab do MIT, a rede Impact Hub, e os Google Campus de Londres e Tel Aviv.

O processo de instalação do iLAB também foi diferente: durante 90 dias os pesquisadores desenvolveram um método de codesign com mais de 300 estudantes, professores, pessoas da comunidade, empresários e empreendedores, que participaram de eventos para pensar o espaço, gerando mais de mil ideias, antes mesmo de sua implantação. “Este movimento criou um engajamento de estudantes e comunidade gerando o sentido de pertencimento, pois o que temos no espaço hoje foi pensado pelas pessoas que o utilizam”, diz o professor. Quando o iLAB foi criado, no final de 2015, de todo o Brasil, apenas a UNISUL e a FIAP (Faculdade de Informática e Administração Paulista) possuíam coworking spaces formalizados.

Fonte: Jéssica Trombini – Coordenadoria de Comunciação da FAPESC