UFSC tem aluno e projeto na final do Prêmio Inovação Catarinense

Universidade Federal de Santa Catarina tem representantes em duas categorias desta edição do Prêmio Inovação Catarinense – Professor Caspar Erich Stemmer, realizado pela Fundação de Apoia à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc). O estudante do curso de Engenharia Eletrônica Pedro Henrique Kappler Fornari, que desenvolveu um sistema para avaliar irregularidade em rodovias, está entre os finalistas do TCC Inovador. Já a Secretaria de Inovação (Sinova) da universidade disputa o título de ICT Inovador. O resultado final será divulgado na próxima quarta-feira, às 18h30, no auditório da Acate em Florianópolis.

O projeto de Pedro Henrique tem como objetivo processar automaticamente os dados obtidos por sensores de distância e de movimento que identificam irregularidades de pavimentos em rodovias. Assim é possível corrigir problemas e defeitos com mais rapidez e eficiência.

Já a Sinova conta com projetos que integram a produção de conhecimento com o setor produtivo, fortalecendo as parcerias da universidade com empresas, órgãos públicos e organizações da sociedade civil com foco na inovação e no empreendedorismo. Entre as iniciativas da secretaria estão os projetos “Caminhos da Inovação” e o “Sinova Startup Mentoring”.

O Caminhos da Inovação contempla projetos voltados para inovação e empreendedorismo inovador. Entre eles está o Sinova Startup Mentoring para selecionar ideias inovadoras para comporem o mapa de startups da UFSC. A cada chamada são aprovadas oito ideias de cada campi (Araranguá, Blumenau, Curitibanos, Joinville e Florianópolis), totalizando 40 propostas. Essas iniciativas passam por uma banca de avaliadores-mentores.

Os projetos de Pedro Henrique e da Sinova estão entre os 124 inscritos nesta edição da Prêmio de Inovação. Destes, 30 foram selecionados como finalistas em 11 categorias. Confira todos que estão concorrendo no site http://bit.ly/PrêmioStemmer

Saiba mais

O Prêmio Inovação Catarinense – Professor Caspar Erich Stemmer foi criado em 2008 para reconhecer e dar visibilidade a pessoas e instituições que desenvolvem conhecimento científico e tecnológico. São destacados esforços em inovação, em desenvolvimento de novos produtos, processos e serviços, além de iniciativas que contribuem para o desenvolvimento econômico, social e ambiental.

Serviço

O quê: resultado do Prêmio Inovação Catarinense.

Quando: próxima quarta-feira (19 de fevereiro).

Onde: auditório da Acate, na SC-401 em Florianópolis.

Horário: às 18h30.