UFSC realiza eventos internacionais de estudos feministas com apoio da FAPESC

Com a temática Transformações, Conexões, Deslocamentos, começam no dia 30 de julho o Seminário Internacional Fazendo Gênero 11 e o 13th Women´s World Congress, pela primeira vez realizado na América do Sul. Os eventos vão acontecer na UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) até 4 de agosto e têm apoio da FAPESC (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina) por meio do edital PROEVENTOS.

O Fazendo Gênero tem como proposta debater as transformações do mundo contemporâneo pensadas pela ótica das conexões e dos deslocamentos que se desencadeiam, a partir dos estudos de gênero e sobre Mulheres e Sexualidades. A intenção é ampliar o diálogo para uma perspectiva mundial, onde se possa ouvir outras vozes, novas propostas, valorizar saberes, ampliar horizontes de estudo e de ativismo, pensando e propondo perspectivas inclusivas para os estudos feministas e possibilidades de construção feminista.

Durante toda a semana haverá conferências, mesas-redondas, simpósios temáticos, fóruns de debate, oficinas e minicursos, exposições de pôsteres e de arte e mostras de fotografia e audiovisual, todas focadas nas temáticas do gênero, mulheres, feminismos e sexualidades. Na quarta-feira, 2, está prevista a marcha Mundos de Mulheres por Direitos, com concentração no Terminal de Integração do Centro e Florianópolis a partir das 16h. No último dia haverá o Congresso Mundos de Mulheres: debatendo o feminismo ao redor do mundo, com debatedoras e palestrantes da Índia, Moçambique, Canadá, Coreia do Sul e Estados Unidos. A programação completa pode ser acessada neste link.

O evento é promovido pelo Instituto de Estudos de Gênero e contará com a participação de pesquisadoras de diversos centros da UFSC e da UDESC (Universidade do Estado de Santa Catarina), que também está envolvida com a realização das edições do Fazendo Gênero, ao longo de seus 23 anos de existência. O IEG tem pesquisadoras da UDESC como membros desde 2005, e neste ano deve ser feita uma parceria também com o IFSC (Instituto Federal de Santa Catarina) por meio de um Acordo de Cooperação Técnico-Científica Pedagógica, com o objetivo de promover o intercâmbio de conhecimentos, informações e experiências, relacionado com o universo das diversidades e a implementação de ações, programas, projetos e atividades complementares de Ensino, Pesquisa e Extensão, de interesses comuns.

 

Fonte: Coordenadoria de Comunicação da FAPESC