Fapesc realiza 1º Encontro Programa Centelha SC

Os aprovados no Programa Centelha SC estarão reunidos, nesta sexta-feira, dia 30. A intenção do evento online é repassar mentoria para que os projetos possam ser desenvolvidos da melhor maneira possível. No total, são 28 ideias, de várias cidades catarinenses, que receberão o fomento de até R$ 60 mil cada.

Logo na abertura do evento o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), Fábio Zabot Holthausen; o superintendente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Marcelo Camargo; e o gerente da Finep, Vitor Kappel; deixarão seus recados.

Após, Leandro Carioni, diretor do Centro de Empreendedorismo da Fundação Certi, irá explanar o tema “Os Desafios do Empreendedorismo”. A gente de Tecnologia e Inovação da Fapesc, Gabriela Mager, traz para o debate o tema “Os Compromissos Assumidos pelos Proponentes”.

“Propriedade Intelectual – Patentes” será tratado pela coordenadora de projetos da Fapesc, Camila Ferreira Nunes. Os participantes ainda receberão orientações sobre execução técnica e financeira e como realizar a prestação de contas. As coordenadoras de projetos da Fapesc, Daniela Pires, Scheila Néres e Emanuelle Marques Nunes repassarão as dicas necessárias para que os projetos sejam executados cumprindo todas as regras. Ao final os participantes terão espaço para tirar suas dúvidas.

“O Programa Centelha prevê não apenas o fomento, mas também esse acompanhamento e orientações. O objetivo da Fapesc é que lá na frente essas ideias saíam do papel e gerem empregos e renda. São ótimos projetos e que encontrarão no Programa Centelha a ajuda necessária para dar certo”, destaca o presidente Fábio Zabot Holthausen.

O Programa Centelha SC

No total, a Fapesc recebeu a submissão de 1.219 ideias. Foram três etapas de seleção até a escolha das 28 contempladas. A intenção do Programa Centelha é estimular a criação de empresas, a partir da geração de novas ideias, e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo território nacional, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais de inovação do país.

O Centelha é promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Finep, em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operado pela Fundação Certi e executado em Santa Catarina pela Fapesc. Dos R$ 1,68 milhão em recursos, R$ 1,1 milhão vem da Finep e R$ 580 mil da Fapesc.